Avenida Barão do Rio Branco, 2390, Salas 1505 à 1507

(32) 3211-6799(32) 3211-6799

SÍNDROME DO MANGUITO ROTADOR

SÍNDROME DO MANGUITO ROTADOR

Também conhecido como Síndome do pinçamento subacromial ou Síndrome do impacto. Sempre foi um assunto muito discutido na comunidade científica, somente como ilustração temos 3885 trabalhos publicados somente nos últimos 10 anos no portal PUBMED (o maior portal de publicações científicas do mundo).

O termo Síndrome corresponde a um conjunto complexo de sinais e sintomas.

É caracterizada por um mal funcionamento do Manguito Rotador.

O Manguito rotador é formado por 4 músculos que se originam na superfície da Escápula e se inserem em torno da cabeça umeral (Tubérculo menor e Tubérculo maior do úmero)

Os quatro músculos que levantam e abaixam o braço (e seus respectivos tendões) são conhecidos coletivamente como manguito rotador. O manguito rotador fica sob o ombro (uma extensão da escápula conhecida como acrômio). O espaço entre o acrômio e os tendões do manguito rotador é preenchido pela bolsa subacromial. Esta bursa é um saco cheio de líquido que permite o deslizamento suave do manguito rotador sob o acrômio com movimentos acima da cabeça do ombro.

O manguito rotador atua como depressor e centralizador da cabeça do úmero na articulação glenoumeral. Conforme o braço é elevado, o manguito rotador deprime a cabeça do úmero, permitindo que ele deslize facilmente sob o acrômio.

Caso ocorra alguma anormalidade que afete o manguito rotador, isso levaria à disfunção do manguito rotador. Portanto, à medida que o braço é elevado, o efeito depressor e centralizador seria perdido e a cabeça do úmero subiria mais perto do acrômio sob o risco de causar impacto.

Patologias que podem fazer isso são aquelas que afetam diretamente o manguito rotador, como:

  • Estiramento do manguito rotador
  • Lesão ou ruptura de espessura parcial ou total
  • Tendinite calcificada
  • Uma tendonopatia devido ao uso excessivo crônico.
  • Causas indiretas:
    • Instabilidade glenoumeral
    • Lágrimas labrais, em particular lágrimas SLAP
    • Problemas anormais de padronização muscular do ombro.

O acrômio difere em indivíduos normalmente (variantes morfológicas). Foram descritos por Bigliani numa radiografia em perfil do ombro como tipo I, tipo II ou tipo III.

 

Embora tenha sido usada por muitos anos como parâmetro de risco de lesão do manguito rotador, hoje sabemos que a classificação de Bigliani tem problemas na confiabilidade.

Outros fatores relacionados à morfologia da Escápula vistos a seguir, tem uma relação com maior impacto e lesões do manguito rotador.

Além do exposto acima, com o avançar da idade, as pessoas tendem a desenvolver um esporão ósseo na parte frontal e lateral do acrômio. Isso reduz ainda mais o espaço subacromial, aumentando o risco de choque.

O manguito rotador e o acrômio podem se esfregar um no outro durante a elevação do braço, causando uma condição dolorosa conhecida como impacto subacromial. Cada vez que o braço é levantado, ocorre um pouco de fricção nos tendões e na bursa entre os tendões e o acrômio, o que pode causar dor e inflamação.

O impacto pode se tornar um problema sério para algumas pessoas e atrapalhar suas atividades normais. É quando o tratamento é necessário.

 

Tratamento

O tratamento da síndrome do impacto envolve:

  1. Analgésicos e medicamentos antiinflamatórios
  2. Fisioterapia – a parte principal da gestão para trabalhar uma boa postura, posicionamento da omoplata e fortalecimento dos músculos do manguito rotador enfraquecidos.
  3. Injeções – como Corticóides, Plasma rico em plaquetas, Proloterapia e Células mesenquimais prometem reduzir a inflamação, controlar a dor e melhorar a função do ombro. Entretanto os resultados permanecem limitados e são frutos de debates , ou seja, não há um consenso no seu uso.
  4. Cirurgia – Raramente a cirurgia é necessária quando não há lesão dos tendões do manguito rotador – o objetivo de qualquer cirurgia é reduzir os efeitos do impacto, aumentando a quantidade de espaço entre o acrômio e os tendões do manguito rotador, o que permitirá movimentos mais fáceis e menos dor e inflamação. A operação realizada é a descompressão subacromial artroscópica (ASD)

 

Prevenção

Evite atividades excessivas de sobrecarga.

Fortaleça seus ombros e não tente jogar ou trabalhar com a dor.

Compartilhe